Um novo estudo constatou, entre outras coisas, que os donos de animais classificaram os sons de um cachorro chorando como tão tristes quanto os gritos vindos de um bebê humano.

Os pesquisadores recrutaram mais de 500 voluntários de graduação para o estudo, publicados na Royal Society Open Science. 

Esses voluntários foram divididos em dois grupos igualmente: um grupo que reunia tutores de gatos ou cachorro e outro, de pessoas que não eram tutores de animais de estimação.

Eles ouviram uma variedade de “vocalizações de angústia animal” tiradas de cães, gatos e humanos, e avaliaram o quão felizes ou tristes elas pareciam.

Eles também foram questionados sobre o funcionamento social geral e o relacionamento próximo com outras pessoas.

Os tutores de animais classificaram os gritos vindos de cães e gatos como mais tristes do que aqueles que não possuíam animais de estimação.

Os tutores de gatos, naturalmente, foram mais sensíveis aos gritos de gatos. Mas tanto os tutores de gatos quanto os de cachorro sentiram que os gritos de um filhote canino eram tão tristes quanto os de um bebê humano.

E mesmo os tutores de gatos classificaram esses latidos de cachorro como mais tristes, em média, do que os provenientes de um gato.

“O resultado sugere que os cães, mais efetivamente que os gatos, comunicam sofrimento aos seres humanos e que a posse de animais está ligada a uma maior sensibilidade emocional a esses sons“, disse Christine Parsons, pesquisadora da Universidade Aarhus, na Dinamarca, em comunicado da universidade. 

Com informações do GizModo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.