Dia 14 de março é comemorado o Dia Nacional do Animal. E para celebrar em grande estilo veja 5 dicas simples para adaptar seu gato ao ambiente doméstico

Pouca gente conhece, mas existem técnicas eficientes para condicionar um gato; especialista em comportamento animal e proprietário da Comportpet Cleber Santos ensina como.

Quando pensamos em um bichinho de estimação, é normal que a imagem de um cão seja a primeira que vem à nossa cabeça.

Mas, de acordo com números do IBGE e atualizados pelo Instituto Pet Brasil, o número de casas que escolhe ter um gato como animal doméstico aumentou 8,1% desde 2013.

Além disso, dados do IBGE apontam que já existem cerca de 22 milhões de gatos no Brasil e, até 2022, esse número tende a ultrapassar os 30 milhões.

Muitos tutores pensam que os gatos, por serem conhecidos como animais independentes, não podem ser adestrados.

Mas a verdade é que há, sim, técnicas para adestrar um felino, que são muito eficientes.

Por mais que os gatos sejam menos sociáveis que os cães, eles têm a mesma capacidade de serem treinados.

“A melhor forma de educar um gato é usar o reforço positivo. Se o comportamento tem consequências positivas, o animal vai começar a repetir aquela ação. E, por serem muito ágeis, a maioria dos gatos aprende truques com bastante facilidade”, explica o especialista em comportamento animal e proprietário da Comportpet, Cleber Santos.

Abaixo, o especialista ensina o que fazer para treinar o gato:

Compre arranhadores

Nós sabemos que gatos adoram arranhar as coisas, então é importante estar preparado para isso.

Se o gato arranha o sofá, a cama ou até mesmo os móveis, e é algo que o tutor não gosta, o ideal é comprar um arranhador adequado, ou mostrar o local correto para ele fazer a afiação das garras.

“Hoje, existem arranhadores específicos, que podem ser inseridos no canto de móveis que os gatos são acostumados a arranhar. Além disso, o tutor pode comprar o arranhador e colocar no local em que o gato fica, estimulando-o a arranhar o local certo”, diz Cleber.

Deixe o ambiente interessante para o seu gato

Os gatos são animais bastante curiosos e inquietos, então é essencial que sempre tenha algo para distrair seu felino.

Uma boca dica são locais elevados, em que o seu gato possa subir e ficar, além de brinquedos que contenham “catnip”, ou ervas que foram feitas especialmente para gatos, que estimulam os felinos através do cheiro.

“Como os gatos são animais caçadores, miniaturas de ratinhos podem ser usadas para que eles possam brincar; outra dica são as caixas de papelão que também são importantes para que eles possam se esconder e arranhar as unhas. Tudo isso são medidas para os gatos ficarem mais tranquilos, sociáveis, próximos, saudáveis e ativos, além de evitar doenças trazidas pelo estresse e pela ansiedade”, explica.

Tenha uma areia apropriada para seu gato

É sempre um problema quando o gato não faz xixi no lugar certo, e isso se deve a alguns fatores – pode existir outro gato na casa, fazendo com que ele marque território, ou o gato não se adaptou à marca de areia ou grão que estão sendo usados.

“É importante lembrarmos que existem areias apropriadas para gatos de pêlos longos, curtos, entre outros. O tutor pode fazer alguns testes para ver a qual areia o seu gato irá se adaptar da melhor forma. Além disso, outra dica é que o responsável pode usar atrativo sanitário, facilitando que o animal encontre o local correto para fazer suas necessidades”.

Ensine seu gato aos poucos

É importante que o tutor não exija muito do seu pet logo de cara, pois isso pode acabar sobrecarregando o animal e deixando-o irritado.

A dica é repetir os mesmos comandos e, sempre que ele acertar, elogiá-lo falando o nome dele. Dessa forma, ele saberá que é algo positivo.

“Como já citado, é importante que o gato tenha um retorno positivo do tutor. O ensinamento não deve ser feito na base de gritos e punições, isso apenas fará com que o animal fique estressado e com medo do dono. O tutor deve sim reforçar quando o pet faz alguma ação negativa, mas sempre com o cuidado necessário”, defende Cleber.S

Cleber Santos é especialista em comportamento animal, atua como adestrador de cães há 12 anos, quando cuidava do canil de treinamento durante o serviço militar. Trabalhou para grandes canis do interior de São Paulo, treinando cães de policiais de todo o Brasil. Além da experiência profissional, fez diversos cursos, estágios e especializações, inclusive em outros países – Canadá, Estados Unidos, Argentina, Chile e Alemanha. Desde 2010, está também à frente da ComportPet, centro que oferece consultoria comportamental, adestramento e serviços de hotelaria e creche, além de atendimento veterinário, estética animal e terapias alternativas para pets, como a musicoterapia. É um dos únicos profissionais do Brasil que também adestra gatos, e vem sendo requisitado como adestrador de pets de famosos, entre eles o DJ Alok.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.