Basta o pai ou mãe de pet abrir a embalagem ou começar a saborear o ovo de Páscoa para que o cachorro venha pedir um pedacinho.

Para amolecer o coração do tutor, vale de tudo: olhos pidões, orelhas abaixadas e alguns até mesmo soltam reclamações manhosas.
Porém, como os ovos são feitos de chocolate, os tutores devem se manter firmes. “O chocolate contém uma substância tóxica chamada teobromina, que o organismo dos animais não consegue eliminar esse componente, intoxicando o animalzinho”, aconselha Thais Matos, veterinária da DogHero , maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina que, através do site e app, conecta quem tem animal de estimação a uma comunidade de passeadores, pet sitters e anfitriões escolhida a dedo.

Para que o cão não passe vontade, o tutor pode tentar um hobby novo e aproveitar o tempo em casa para preparar uma Colomba Pascal canina.
A receita, elaborada pela veterinária Thaís Matos, é feita com cenoura e doce de amendoim.
Segundo a profissional, o legume é benéfico para os cães, possui betacaroteno, que beneficia a pele e ajuda na prevenção de problemas cardiovasculares, câncer e outras doenças crônicas.
Confira abaixo as instruções:

Ingredientes

• 1 xícara de cenoura ralada

• 1 ovo

• ⅓ de xícara de mel

• ¼ de xícara de azeite de oliva

• ¼ de xícara de pasta de amendoim integral (sem açúcar, sem sal e sem xilitol)

• 1 colher de chá de extrato de baunilha

• 1 xícara de farinha de trigo

• 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

• Forminhas de silicone que vão ao forno

Modo de fazer

– Pré aqueça o forno a 180ºC. Misture os ingredientes secos (a farinha e o bicarbonato) em uma tigela e reserve. Em uma outra tigela, junte todos os outros ingredientes até formar uma massa homogênea e bem misturada.

– Aos poucos, para não empelotar, acrescente os secos aos úmidos até tudo estar misturado. Divida a massa em formas de silicone e asse por aproximadamente 20 minutos. Para checar se está pronto, espete uma colombinha com um garfo: se ele sair limpo, a guloseima pascal está pronta.

– Deixe esfriar um pouco e desenforme. Se quiser, pode decorar a colombinha com pasta de amendoim integral e petiscos.

Por fim, é importante verificar se o bolo está quente antes de servir para o cão.
Além disso, o tutor deve se atentar e não oferecer todas as colombinhas de uma vez, já que excesso pode causar mal-estar no cachorro.
Esta receita não é recomendada para cães alérgicos ou intolerantes a um ou mais ingredientes. Em caso de dúvidas, o tutor deve sempre consultar um veterinário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.